Arquiteto Versátil: Janeiro 2016

27 de janeiro de 2016

Projeto Inspiração 1: Casa Projetada por Bela Gebara em Itu, São Paulo.


Como vocês estão sabendo, aqui no blog Arquiteto Versátil estamos contando a história de um casal e seus filhos que estão em busca da realização de seus sonhos. Dentre os vários sonhos, já citados, um deles seria a construção de uma casa. Claro que ainda não foi informado o tipo de casa que eles desejam, mas enquanto eles não nos contam resolvi criar um artigo relacionado ao tema casa. Este artigo será tanto um artigo de inspiração como análise do projeto, que se bem recebido por vocês poderá ser um artigo permanente aqui no blog.


Este projeto foi desenvolvido pela arquiteta Bela Gebara, localizado em Itu, no interior de São Paulo, sobre um terreno de 3,3 mil m². A arquiteta ao realizar o projeto dividiu o projeto em 6 grandes blocos retangulares.

O primeiro bloco foi criado tanto como elemento central, para marcar a entrada da casa, como elo entre o bloco íntimo, composto pelos quartos e banheiros e o bloco social composto pela sala de estar, sala de jantar e cozinha. 


O segundo bloco correspondente ao bloco íntimo, a arquiteta tomou partido a topografia existente do terreno para dividir o bloco íntimo em inferior e superior, dando o bloco íntimo um acesso dinâmico vertical.

O terceiro bloco corresponde ao bloco social. A arquiteta situou a sala de estar e a sala de jantar na forma de “L” e a cozinha completa o grande bloco retangular. Além disso, a cozinha é um elemento que também serve como elo entre a área social (sala de estar e jantar) e a área de serviço (área de serviço, banheiro etc.).


A área de serviço, já tratada anteriormente, corresponde ao quarto bloco retangular que compõe o projeto. 

Já o quinto e o sexto blocos correspondem à varanda e ao deck, onde o usuário tanto pode usar como área social como área de lazer. Além disso, o sexto bloco contém uma grande árvore que proporcionar aos usuários uma área de lazer sombreada ao ar livre.

Essa divisão proposta pela arquiteta favorece o uso dos cômodos de forma harmônica, pelos usuários, de forma que se algum usuário precisar ficar até altas horas da noite se divertindo na área de lazer, não irá incomodar os usuários que estiverem na área íntima.


Na construção da casa a arquiteta Bela Gebara utilizou alvenaria, concreto, madeira e vidro, muito vidro em sua composição. A escolha desses materiais empregados na construção da residência foi bastante assertiva e equilibrada.

Portanto, vimos neste artigo, um exemplo de projeto residencial localizado em Itu, interior de São Paulo, composto por um terreno com 3,3 mil m². O projeto foi distribuído em 6 grandes blocos, sendo eles: íntimo (inferior e superior), social, serviço, lazer (varanda e deck) compostos por diversos materiais comuns a diversos outros tipos de edifícios. Gostou deste artigo? Não deixe curtir, compartilhar e comentar. Até a próxima.

25 de janeiro de 2016

5 Dicas Essenciais para Ter uma Incrível Apresentação


Durante o curso de Arquitetura e Urbanismo, realizei diversas apresentações. Claro que algumas apresentações realizadas ao longo do curso, eu gostaria de não ter realizado. No entanto todas as apresentações realizadas foram muito úteis em meu aprendizado. Hoje ainda tenho muito que aprimorar, mas com relação as primeiras apresentações, posso dizer que estou muito melhor agora. Busco iniciar as apresentações de forma descontraída, mesmo ainda tendo medo. O que me faz perder o medo é ter segurança sobre o conteúdo que irei apresentar. Para isso, aplico as 5 dicas que mostrarei abaixo, para ter maior controle e segurança em minhas apresentações.

Tempo

Antes de iniciar a criação de sua apresentação certifique-se quanto tempo você terá para realizar a apresentação. Será a partir deste tempo que você determinará a quantidade de slides que irá compor sua apresentação. Na dúvida utilize o seguinte padrão: em uma apresentação de 10 minutos utilize entre 5 a 8 slides.

Design

Um bom design é fundamental para que haja uma boa apresentação. Para que não haja erros de design em sua apresentação, observe se sua apresentação está estruturada de forma lógica, com começo, meio e fim. Se as cores utilizadas na composição dos slides não estão confusas ou difíceis de visualizar. Verifique também se o tamanho das fontes utilizadas nos textos estão adequado. E reveja todos os slides para verificar se há erros de ortografia para que não haja este erro durante a apresentação.

Objetividade

Ao criar sua apresentação busque desenvolvê-la com o máximo de objetividade possível. Não ponha muitos textos e nem muitas imagens. Disponha o conteúdo através de tópicos de forma que eles o faça lembrar do que se trata o assunto e o que precisa falar. Ao pronunciar as palavras durante a apresentação seja preciso e claro, fale com calma e pausadamente para que seu público possa absorver com clareza todo o conteúdo que você esta expondo.

Pratique

Crie um roteiro para a sua apresentação e a partir dele pratique, pratique e pratique até que o texto seja apresentado com naturalidade e com o maior controle possível para que se vier a ocorrer algum imprevisto durante a apresentação você estará prevenido. Dessa forma você não será prejudicado se ocorrer alguma falha durante a apresentação.

Divirta-se

Inicie sua apresentação de forma descontraída. Relaxado. Aproveite o tempo. Divirta-se. Mostre para as pessoas que estão apreciando sua apresentação o quanto é divertido e curioso seu conteúdo.

Portanto vimos ao longo deste artigo 5 dicas essenciais para que você possa realizar uma incrível apresentação. Sei que não é fácil realizar uma apresentação, no entanto, se você tiver segurança sobre o assunto a ser apresentado você terá maior chance de ter uma incrível apresentação. Sem sombra de dúvida. Gostou deste artigo? Não deixe de curtir, compartilhar e comentar nas redes sociais e se inscreva no canal para ver os vídeos em primeira mão. Até a próxima.

5 Artigos que Mais se Destacaram no Mês de Janeiro de 2016


O mês de janeiro ainda não acabou, mas já estamos na reta final. Por isso, resolvi criar este artigo falando dos 5 artigos que mais se destacaram em janeiro aqui no blog Arquiteto Versátil.


O primeiro artigo corresponde a: Como Criar Metas para 2016 Usando o Método SMART. Este artigo irá lhe ajudar a criar metas poderosas para que possa conquistar mais sonhos em 2016. Para quem ainda não leu o artigo, recomendo.


Já o segundo artigo, corresponde a: Quais são as Características de um Bom Líder? Aqui neste artigo, você verá quais as principais características que deve ter um bom líder. Se você pretende ser um líder, seja em sua comunidade, no emprego ou em sua família, não pode deixar de ler este artigo.


O terceiro, corresponde a: 13 Tipos de Iluminarias que Você poderá Utilizar em seu Edifício. Você, possivelmente, está se perguntando que tipo de iluminaria posso colocar em minha sala, banheiro ou closet? Não é mesmo? Então você deve ler este artigo, onde mostro 13 tipos de iluminarias irresistíveis que você irá correndo a loja comprar. Sem sombra de dúvida.


Quanto ao quarto artigo temos: Procura-se um Arquiteto - Cap. 3. Este artigo corresponde a um pequeno conto que retrata a história de uma pequena família composta por: Douglas, Laura, Carla e San. Que juntos irão batalhar para concretizar seus maiores sonhos. Logo teremos um novo capítulo no blog.


Por ultimo temos o quinto artigo que corresponde a: Quais Informações deve Conter em seu Currículo? Este artigo, irá lhe ajudar a estruturar um currículo irresistível. Que qualquer selecionador ao vê-lo, pensará: este candidato é o que estou procurando.

Portanto esses foram os 5 artigos que mais se destacaram no mês de janeiro de 2016. Gostaram de rever os artigos já publicados aqui no blog Arquiteto Versátil? Continue nos acompanhando nas redes sociais e se inscreva no canal. Logo teremos novos artigos e vídeos para vocês. Até a próxima.

20 de janeiro de 2016

Vídeos: Materiais Utilizados no Curso de Arquitetura e Urbanismo para Desenhar


Faz alguns dias que recebi a notícia que várias amigos passaram no vestibular. Alguns até passaram em arquitetura. Fiquei extremamente contente com essa notícia, mas o desafio está somente começando. Pensando nos alunos de arquitetura, realizei um vídeo que revela alguns materiais utilizados no curso de arquitetura e urbanismo para desenhar. Claro que não são os únicos materiais utilizados no curso de arquitetura. Os outros materiais utilizados no curso serão mostrados em outros vídeos. Ficaram curiosos para ver o resultado deste vídeo, então confira o resultado agora: 


Dessa vez acertei o time do vídeo. Uhuuu! Vou continuar aprimorando minha produção de vídeos para vocês, como também meus artigos para o arquiteto versátil. Então gostou do vídeo? Se a resposta for sim, compartilhe, curta e se inscreva no canal, mas se a resposta for não, mesmo assim, deixe seu comentário abaixo, dizendo o que não gostou e o que podemos melhorar. Até a próxima. 

18 de janeiro de 2016

Quais Informações deve Conter em seu Currículo?


O currículo é um documento que resume suas experiências profissionais, pessoais e acadêmicas. Mais cedo ou mais tarde teremos que iniciar nossa carreira profissional e para que venha conseguir seu primeiro emprego, estágio ou novo emprego, você deve ter um bom currículo. Para isso seu currículo dele conter informações adequadas que convença a empresa a lhe escolher para ser entrevistado e posteriormente lhe contrate. No entanto você sabe o que deve conter em seu currículo para apresentar as empresas que pretende trabalhar? Venha conosco que mostraremos o que deve conter em seu currículo.

Dados Pessoais

Neste campo você irá informa diversas informações como: nome, endereço, telefone, se possível dois, idade, e-mail, cidade, estado civil entre outras informações que achar necessária, no entanto não coloque informações relacionadas a nº RG, CPF, Carteira de trabalho, etc.

Ex.:

Luiz Sandoval Menezes
Endereço: Rua dos alfaiates, 315
Bairro: Canoa furada
Fone: (xx)x-xxxx-xxxx/(xx)x-xxxx-xxxx
Cidade: Pedra Grande
Idade: 19 anos
Estado Civil: Solteiro
E-mail: Carlinhos_Adm@gmail.com

Formação Acadêmica

Aqui, você informará o nível que possui como: ensino médio completo, ensino médio técnico, graduando ou graduado em. Além disso, deve informar o período que iniciou e concluiu, se ainda está cursando, deixe em aberto. Deve também informar que instituição estuda ou estudou e por fim em que cidade e estado.

Ex.:

Nível: Graduado em Administração
Instituição: USP
Período: 2005 a 2009
Cidade: São Paulo/SP

Objetivos

Neste momento você deverá informar que área você pretende trabalhar. Busque ser objetivo ao descrever seus objetivos. Tenha um ou dois objetivos não mais.

Ex.:

Trabalhar com pesquisa e desenvolvimento de modelos digitais que favoreça o crescimento da empresa.

Habilidades

Nesta etapa você irá informar as ferramentas e conhecimentos que você domina e seu nível.

Ex.:

Pacote Office – nível: Intermediário
Corel Draw – nível: Avançado

Cursos Extracurriculares

Você irá informar os cursos que você participou que não estão ligados diretamente a sua formação central.

Ex.:

Teatro
Curso de Libras,
Fotografia Artística
Pintura

Língua Estrangeira

Você irá informar o tipo de língua que tem conhecimento e seu nível.

Ex.:

Espanhol – nível: Intermediário
Inglês – nível: Fluente
Alemão – nível: básico

Experiência Profissional

Nesta etapa você deve informar o nome da empresa, o cargo que você ocupou ou ocupa na empresa, o intervalo de tempo que trabalhou indicando o mês de entrada e saída e o ano e por fim, descreverá as atividades desenvolvidas ao longo do trabalho.

Ex.:

Soares Consultoria
Estagiário - 03/2008 a 06/2009
Atividades Desenvolvidas: apresentações de modelos de negócio para a comunidade e negociações comerciais.

Atividades Extracurriculares

Aqui você irá informa às atividades que foram desenvolvidas fora do campo profissional, mas que são valiosas para mostrar outras habilidades e competências que você possui.

Ex.:

USP
2004 – Participei de um evento sobre tecnologia inovadoras aplicadas a administração de empresas.
2006 – 2017 – Desenvolvi uma pesquisa sobre as relações visuais que altera a percepção do consumidor, diminuindo o consumo de um determinado produto.

Portanto vimos ao longo deste pequeno artigo quais são as informações que devem conter em seu currículo. Claro que há diversos tipos de currículos no mercado, desde um aluno buscando o primeiro estágio ou primeiro emprego a um CEO em uma grande empresa buscando outra empresa para trabalhar. Cada profissional requer um tipo de currículo, no entanto as informações são sempre as mesmas, mas organizadas de formas distintas. Veja neste artigo publicado pela EXAME: 12 modelos de currículos para baixar e preencher, para se inspirar e criar seu próprio currículo. Até a próxima.

15 de janeiro de 2016

Procura-se um Arquiteto - Cap. 3


Antes de ler este artigo recomendo que leia os artigos: Um velho sonho esquecido pelo tempo – Cap. 1, e o A Origem daLista de Sonhos – Cap. 2. Agora sim você poderá continuar a ler essa história.

Sobre a cama estava Douglas, que acabara de acordar. Laura já havia levantado fazia alguns minutos. Douglas, ainda deitado, olhando para a janela pensou: hoje será um grande dia, antes de terminar, levantou da cama e foi ao banheiro. Depois, dirigiu-se ao quarto das crianças, abriu a porta e disse: meninos, já está na hora de acordar. Douglas teve que chamar mais algumas vezes para que eles realmente levantassem. Então Douglas desceu as escadas e foi até a cozinha onde estava Laura, preparando o café.

Bom dia, disse Laura, sorrindo.

Douglas retribuiu o sorriso e deu-lhe um beijo de bom dia. Logo depois sentou a mesa.

Poucos minutos depois, a família já estava reunida a mesa. Ao terminar o café Laura foi levar as crianças no colégio e Douglas foi até o escritório para pegar suas anotações sobre o que pretendia ter em sua residência para mostrar ao arquiteto.

Enquanto Laura levava Carla e San para o colégio, Carla perguntou: Douglas já conseguiu encontrar um arquiteto para criar o projeto da casa, mãe?

Ainda não, disse Laura não desviando os olhos da estrada. Ele me disse antes do café da manhã que ia hoje selecionar alguns arquitetos para verificar seus preços e as possibilidades para iniciarmos a realização deste sonho.

Legal, disse Carla.

Douglas, no escritório, com todos os papeis em mão, pegou o telefone e começou a fazer algumas ligações para alguns amigos.

Alô Samanta, tudo bem? Gostaria de sua ajuda. Você ainda tem o número daquele arquiteto que fez a exposição em 2010?

Sim, tenho sim.

Tem como me passar?

Claro. Só um instante... está aqui... 99...

Obrigado disse Douglas, desligado o telefone.

Depois de ligar para alguns amigos ele reuniu 5 números de telefones de arquitetos em potenciais que ele havia gostado de seus projetos. Então decidiu ligar para cada um deles para saber seus valores e marcar uma consultoria.

O primeiro Arquiteto que ele ligou chamava-se Charles. Alguns minutos no telefone e ele já havia marcado reunião com alguns Arquitetos.  Claro que alguns dos arquitetos que ele entrou em contato não eram especialistas em projeto residência, por isso, os descartou inicialmente, mas poderiam ser requisitados posteriormente, um deles era um paisagista muito famoso e o outro, um decorador. Um dos arquitetos que ele entrou em contato estava com a agenda livre pela manhã então ele foi até o escritório.

Ao chegar ao escritório teve uma boa impressão, o ambiente continha as cores e a sinuosidades da logomarca da empresa, além disso, o ambiente era bem iluminado e ventilado. Ao entrar foi recepcionado por uma linda jovem chamada Vanessa, que desde o momento em que ele chegou o fez sentir-se em casa, ofereceu café, água...

Minutos depois a mesma jovem o convidou para entrar em uma sala. Ao entrar, a sala estava vazia, e isso incomodou Douglas, a princípio. A jovem que tinha pedido que ele entrasse na sala fechou a porta atrás dele e se dirigiu a cadeira atrás da mesa do escritório afrente de Douglas.

Bom dia novamente, Douglas, como posso ajudá-lo? Claro que já conversamos um pouco pelo telefone, no entanto quero saber mais sobre o que pretende fazer para que eu possa lhe dizer como poderei lhe ajudar.

Neste momento, Douglas percebeu que a jovem que tinha lhe recepcionado era a mesma jovem que tinha falado com ele pelo telefone e para seu espanto também era a arquiteta. Então por alguns minutos ficou em silêncio.

A arquiteta vendo que Douglas havia ficado estranho com aquela situação, disse: tudo bem Douglas, sou a arquiteta e também recepcionista, telefonista etc. Faço isso porque gosto de ter um contato mais próximo com os meus clientes, para saber seus sonhos, suas pretensões projetuais e muito mais.

Depois de um bom papo com a Arquiteta, Douglas saiu do escritório muito alegre com o que poderia ser feito e os valores possíveis relacionados ao serviço.

Depois do almoço foi encontrar com mais dois arquitetos, Filipe e Charles.

Dentre os arquitetos visitados Douglas selecionou dois: a Vanessa e o Charles, por suas experiências projetuais e a forma que eles o abordaram, mas os valores pedido por eles era um pouco salgado para o que ele pretendia, no entanto, o valor pago seria pequeno relacionado ao valor a ser entregue por eles em forma de projeto.

Anoite contou tudo para a família o que havia acontecido. Depois de uma breve conversa lançou a seguinte questão: qual deles mais lhes agradou?

Carla se adiantou e disse: quero o Arquiteto Charles.

E você San qual deles mais lhe agradou?

Silêncio.

Laura vendo que San não ia falar, então disse: acho que a Arquiteta Vanessa será a melhor, por diversas questões como: o preço agradou, a sua postura relacionada ao cliente, também e além disso sua experiência projetual mesmo sendo menor que a do Arquiteto Charles, não desagrada, na verdade seus trabalhos tem muito a ver com o que desejamos.

San ouvindo aquelas palavras disse: concordo.

Então está decidido disse Douglas Amanhã falarei com a Vanessa.

Tudo bem, mas cuidado eh!

Cuidado? Hum!? Ficou com ciúme foi? Não fique assim. Você sabe que meu coração é somente seu e de mais ninguém, dando um beijo e um abraço carinhoso.

Mais uma etapa concluída, pensou Douglas. Amanhã daremos início, enfim, a processo projetual da nossa casa dos sonhos. Uhuu!

Gostou do conto e quer que ele continue, Curta, Comente, e Compartilhe em suas Redes Sociais.

Não deixe de nos acompanhar, no FacebookInstagramTwitter, Google Plus e também se inscreva no nosso Canal do Youtube.

11 de janeiro de 2016

Quais são as Características de um Bom Líder?


Para começarmos bem a semana, resolvi falar sobre liderança. Tenho certeza que você deseja crescer profissionalmente. Não é? Então você deveria repensar suas atitudes e seus pensamentos, da mesma forma que estou fazendo e refazendo constantemente para obter o melhor resultado em minhas tarefas diárias.

Em nosso dia a dia é possível encontramos diversos exemplos de líderes, seja na universidade, no trabalho, em nossa família, entre os amigos, assim por diante. Alguns deles se tornaram lideres por suas atitudes e forma de pensar, já outros receberam o cargo de líder, mas são mais chefes que líder. Então quais são as características de um bom líder?

Autoconhecimento

Essa é a primeira característica que um bom líder deve ter. O autoconhecimento permite que o indivíduo possa ter controle sobre suas emoções e suas atitudes diante das situações de estremo stress, medo ou ansiedade. O líder que tiver esta característica poderá ser mais produtivo, diminuir os obstáculos mais rapidamente para o sucesso e terá maior comunicabilidade com as pessoas a sua volta, além de poder inspirar a todos.

Espirito de equipe

O líder deve ajudar a todos da equipe, seja auxiliando nas tarefas diárias, seja conversando para identificar as dificuldades existentes e até achar soluções antes mesmo de distribuir culpas. Um bom líder deve ser o elo que uni todos da equipe e não o contrario.

Saber delegar.

Para delegar o líder deve conhecer muito bem sua equipe, seus pontos fortes e fracos, como também deve confiar em suas habilidades individuais e também em equipe, de forma que ao delegar uma tarefa, confiará que a tarefa será realizada da melhor forma possível, dentro das condições, tanto individuais como coletivas.

Feedback

Seria reunir todos os membros da equipe periodicamente para conversar, visando à melhoria das tarefas realizadas no trabalho como também a melhoria do convívio entre os membros da equipe. Para que isso ocorra, o líder deve ser um bom observador e ouvinte, além de ter uma comunicação clara e objetivo com todos da equipe tanto individual como em equipe.

Liderar pelo exemplo

Seria mostrar através de suas ações diárias, a todos os membros da equipe, como se comportar, como agir em situações de muito stress, como realizar as tarefas diárias, como se comunicar entre outras ações. Dessa forma, todos da equipe seguiram sua postura e não suas ordens. O líder deve inspirar a todos e não impor medo.

Versátil

Ser versátil é sinônimo de maleável, multifacetado, eclético, flexível, veloz entre outros. A maleabilidade e a flexibilidade está presente na forma que lidar com os problemas existente na empresa, na busca de soluções, na forma de ouvir seus colegas de trabalho e até aceitar opiniões contrarias a sua. Já o multifacetado e eclético está relacionado ao conhecimento teórico e prático, dessa forma poderá delegar como também ensinar a todos como realizar uma determinada tarefa. Já velocidade está presente em sua agilidade mental para criar produtos criativos, em propor soluções, identificar problemas antes que ele ocorra. Basicamente o líder com essa característica tem uma visão de 360° de tudo que está ocorrendo a sua volta.

Então, essas foram as principais características de um líder, em minha humilde opinião. Claro que um líder contém diversas outras características que não foram colocadas no texto, como: Criativo, inovador, motivado entre outras. Qual característica de um bom líder você acha que faltou neste artigo? Conte-nos. Até a próxima.

6 de janeiro de 2016

Video: Tutoria #1 - Como Criei esta Imagem para o Instagram

Video: Tutoria #1 - Como Criei esta Imagem para o Instagram - Arquiteto Versátil - Rafael Nascimento

Neste dia, resolvi repensar minha forma de produzir os vídeos para o Canal Arquiteto Versátil.

Por quê?

Porque nem sempre estarei em um lugar com um cenário maravilhoso para realizar os vídeos, de cara limpa, além disso, tenho que mostrar para vocês o que eu como arquiteto, produzo, por isso, resolvi desenvolver vídeos a partir das imagens geradas no próprio computador. Assim vocês poderão ver o arquiteto versátil produzindo. Além disso, ainda estou intimidado com câmera, algo que ainda permaneceu na gravação deste vídeo, mas percebi que foi bem menos. Mas agora tenho mais uma nova questão a ser resolvida, que é a questão do tempo de produção dos vídeos, mas darei um jeito nos próximos vídeos.

Neste vídeo, revelo, de forma detalhada, como desenvolvi a imagem que compartilhei no instagram, em comemoração ao ano novo. A Imagem foi criada utilizando o Power Point somente. É serio. É possível fazer muito mais no Power Point, que simplesmente uma apresentação para a escola ou para a faculdade. Aos poucos mostrarei para vocês. Ficou curioso para ver o resultado? Então confira agora: 



Gostaria de saber se vocês gostaram deste vídeo e de seu formato ou querem que eu continue produzindo os vídeos de cara limpa? Não deixe de curtir, comentar e compartilhar. Não deixe de rever os vídeos anterioresAté a próxima. 

1 de janeiro de 2016

A Origem da Lista de Sonhos – Cap. 2


Antes de ler este artigo recomendo que leia o artigo: Um velho sonho esquecido pelo tempo – Cap. 1. Agora sim você poderá continuar a ler essa história.

Para que você possa lembrar, com detalhes, sobre a criação, dessa lista de sonhos, tenho que contar, desde o início, o que aconteceu.

A aproximadamente 20 anos atrás, 5 anos antes que Carla vim ao mundo, decidimos que iriamos realizar juntos nossos maiores e mais profundos sonhos, para isso, realizamos a listagem desses sonhos neste velho caderno. Você ainda estava cursando psicologia quando fizemos esta lista. Eu já estava formado e já estava trabalhando a 5 anos em uma empresa de advogados associados. O primeiro item da lista seria manter nossa relação, sempre estável, em primeiro lugar, não deixando, as brigas, as monotonias, as birras, atrapalhar nossa relação. Já o segundo item seria sair pelo mundo viajando, conhecendo novas culturas, comidas entre outras situações inusitadas, entre outros itens.

Lembrei agora, da lista e principalmente, deste mapa, disse Laura, lembro que até realizamos algumas viagens depois que fizemos essa lista, mas paramos depois que Carla nasceu.

Estão aqui as fotos, dessas viagens que fizemos, disse Douglas, entregando as fotos a Laura.

A lista é enorme, não realizamos nem 1/18 do que listamos.

Então, Douglas o que você pretende fazer agora com essa lista?

É obvio, disse com entusiasmos Douglas. Buscaremos realizar cada um desses sonhos. O primeiro deles será construir um espaço que será somente nosso e dos nossos filhos. Estou cansando de morar em uma casa que não é nossa. Nós dois, no início, tivemos que nos adaptar as condições que ela tinha para nos oferecer, para podermos seguir em frente. Até nossos filhos sofrem com isso.

Eu sei bem disso, disse Laura, pensando da Carla.

Carla sempre teve que dividir seu quarto com seu irmão. Se viermos construir este espaço, ela poderá ter, finalmente, seu espaço. Não somente ela. Eu também terei meu espaço, onde poderei, enfim, ter um espaço, somente, para guardar todos os meus, amados, livros, diferentemente de tê-los guardados naquelas velhas caixas lá no porão. E até, você, Laura, poderá ter um espaço somente seu, para voltar a pintar e expor seus trabalhos, como fazia no passado, antes de vimos para esta casa.

Então o que você acha, Laura?

Depois de tudo isso, lembrei, quase totalmente das coisas que aconteceram e que listamos juntos, nesse velho caderno.

Douglas, enfim, sorriu, ao ouvir as palavras de Laura. Mesmo sabendo que ela tinha lembrado, parcialmente, sobre o fato.

Mas temos que analisar com calma cada um desses sonhos para que não venhamos nos arrepender, principalmente, porque não estamos mais sozinhos, temos nossos filhos agora.

Tudo bem, disse Douglas, mas a casa será um sonho a ser concretizado. Sei que todos concordaram. Disse, entusiasmado, Douglas.

Pelo resto da manhã Laura e Douglas ficaram conversando sobre a lista e os itens a serem concretizados.

Próximo ao almoço, Douglas, mais animado, decidiu ir buscar seus filhos no colégio.

Já Laura, ficou em casa para finalizar alguns detalhes do almoço.

Na ida, Douglas pôs o som de seu carro para tomar, as trilhas sonoras embalavam sua animação.

Ao chegar ao colégio, seus filhos já estavam a sua espera.

Ao entrar no carro, Carla percebeu a euforia de seu pai.

Que estranho falou Carla, baixinho. De manhã durante o café, estava calado e não tocou em sua refeição, mas agora está animado. O que, realmente, aconteceu? Pensou Carla, observado a agitação de seu pai.

San continuou apático, mas dessa vez, percebeu a mudança repentina de seu pai, então deu um toque no ombro de Carla e perguntou, o que aconteceu, mana?

Carla ao sentir o toque no ombro e ao ouvir um sussurro de uma pergunta vinda de seu irmão. Sem olhar para trás, fez um gesto negativo feito com a cabeça, tentando passar para San que não sabia o motivo, para a repentina mudança.

Douglas, ao perceber, a curiosidade que havia induzido nas crianças, disse em um tom neutro, mas contente, não se preocupem, sua mãe e eu conversaremos com vocês quando chegarmos em casa.

Carla não sabia se ficava preocupada ou se ficava animada, com aquelas palavras, ditas por seu pai.

Ao chegar em casa, Douglas estacionou o carro paralelo a guia, mas antes mesmo de desligar o carro San saiu correndo do carro, deixando sua bolsa no carro e entrando em casa.

San, sua bolsa! Douglas falou em voz alta, ainda de dentro do carro.

Deixa, pai, eu levo, disse Carla, pegando sua bolsa e de seu irmão.

Ao entrar em casa, o cheiro vindo da cozinha convidava a todos a se dirigirem até ela.

Mãe, qual é a surpresa, que o pai esta escondendo? Perguntou San, curioso.

Tenha calma, disse Laura, durante o almoço trataremos sobre isso.

Então San correu e se sentou logo a mesa.

Vá lavar as mãos, primeiro San, então durante o almoço contarei para você e sua irmã uma velha estória.

Enquanto todos comiam, Douglas aproveitou para contar cada detalhe que havia acontecido, para que ele estivesse eufórico. Ao terminar a estória Douglas conduziu sua mão até a mão de Laura, segurando-a, perguntou:

Então Carla e San, o que você acham, de juntos, realizarmos esses sonhos listados neste velho caderno?

Carla, a princípio, não gostou da ideia, principalmente, a ideia relacionada à construção de uma nova casa, mas ao saber que teria um espaço, somente dela, e que iria viajar o mundo, decidiu apoiar a ideia.

Pode contar comigo, disse Carla.

San, por sua vez, mostrou-se neutro na conversa, como sempre, mas foi possível ver em seus olhos, sua alegria. Só não sabíamos sobre o que ele estava alegre.

Então mão a obra! falou Douglas, em voz alta. Vendo todos alegres e animados a mesa, almoçando.
Gostou do conto e quer que ele continue, Curta, Comente, e Compartilhe em suas Redes Sociais.

Não deixe de nos acompanhar, no Facebook, Instagram, Twitter, e também se inscreva no nosso Canal do Youtube.