Arquiteto Versátil: Outubro 2016

28 de outubro de 2016

Itens que Compõe a Escada


Antes que eu comece a mostrar para você os diversos exemplos de escadas que existem, os tipos de materiais possíveis que você poderá utiliza nas escadas, os cálculos necessários para dimensioná-la entre outras informações, será necessário você conhecer quais são os itens que compõe uma escada.

Os itens listados neste artigo não foram somente ligados itens físicos que compõe a escada, mas itens que o ajudaram a entender cada termo técnico utilizado nos próximos artigos sobre o tema escada.


Piso


Seria a superfície horizontal onde pisamos seja subindo ou descendo a escada. São conhecidos também como degraus da escada.

Espelho


Seria a superfície ou espaço vertical ou inclinado entre os pisos da escada. Há escada que não possui uma superfície somente o espaço entre os pisos.

Patamar


Seria a superfície horizontal mais cumprida que os demais pisos (degraus) e tem como finalidade ser um espaço de apoio ou pausa para descansar enquanto sobe a escada. Lembrando que nem todas as escadas possui um patamar. Além disso o patamar seria o elemento que funciona como separador entre um lance e outro da escada.

Guarda-Corpo


Elemento vertical disposto ao longo da escada e também no vão onde a escada está situada para que as pessoas não caiam da escada.

Corrimão


Elemento tipo barra normalmente arredondado, liso e continuo. Feito de diversos materiais. Esse elemento pode ser tanto utilizado junto ou separado do guarda-corpo e serve como apoio para as mãos tanto na subida quanto na descida da escada.

Bocel


Seria a borda saliente do degrau sobre o espelho. O bocel pode ser arredondado ou não, essa variação dependerá diretamente do material que será utilizado para criar o degrau da escada.

Quina


Seria o encontro entre a superfície do degrau e do espelho de uma escada.

Banzo


Seria o elemento estrutural que sustenta a escada. Este elemento pode está tanto na lateral da escada quanto no meio.


Lance


Seria um conjunto de degraus sucessivos e ininterruptos. Ao haver uma interrupção por exemplo com um patamar haverá um novo lance a partir desse ponto.

Largura da Escada


Espaço destinado a passagem de pessoas e objetos. Este espaço poderá variar conforme a quantidade de pessoas que irão passar pela escada, por exemplo.

Comprimento da Escada


Seria a dimensão horizontal do espaço ocupado pela escada.

Altura da Escada


Seria o espaço entre o pavimento inferior (início da escada) e o pavimento superior (fim da escada).

Pavimento Inferior


Seria o espaço onde começa a escada podendo ser possível subir a escada.

Pavimento superior


Seria o espaço onde a escada começa, mas neste caso, será possível descer a escada.


Altura do Degrau


Seria a dimensão referente à altura do espelho da escada.

Largura do Degrau


Seria a dimensão referente a largura do piso.

Largura do Banzo


Seria a dimensão do elemento estrutural que tem como função sustentar a escada.

Largura do Bocel


Seria a dimensão da saliência localizada no degrau da escada.

Espero que essa lista possa lhe ajudar na compreensão dos próximos artigos e também possa lhe ajudar a compreender alguns termos que os arquitetos e engenheiros gostam de falar.

Se houver a falta de algum termo ou item que você conheça e não se encontra no artigo, peço-lhe que deixe nos comentários. Caso realmente não faça referência a nenhum item listado neste artigo, o adicionarei a lista logo mais. Até a próxima.

27 de outubro de 2016

Que Tipo de Escada é a Melhor?


Essa pergunta não é somente feita por você, mas por qualquer um que deseje projetar ou construir uma escada. Eu por exemplo, me fiz essa pergunta algumas vezes... Claro que esse tipo de pergunta é mais direcionado a um arquiteto ou engenheiro ou a um projetista iniciante que está buscando informações que o auxilie na escolha do melhor tipo de escada.

No caso das pessoas comuns, normalmente, elas não irão procurar que tipo de escada melhor atende suas necessidades, elas irão buscar um modelo que seja barato, fácil de ser construído e que atenda seus gostos. 

Se a escolha não tiver informações técnicas que a sustente, direi na lata, que você terá grandes problemas futuros e possivelmente serão irremediáveis. 

Para que isso não ocorra, irei produzi uma série de artigos sobre esse tema. Se der certo, aplicarei o modelo a outros temas. Portanto sua participação é muito importante, então participem.

Projetar uma escada é uma ação bastante simples se analisarmos pela ótica que você conhece todas as diretrizes que a compõe e que serão necessárias para que você projete a melhor escada para o espaço que ela será inserida. Claro que para quem nunca projetou, terá grande problemas, mas nada que algumas dicas não resolvam. 

Quando se trata de construir uma escada, ela será o elemento estrutural que mais te dará trabalho para ser executada, seja você um arquiteto iniciante ou uma pessoa comum que decidiu construir sua própria moradia sem o auxílio de um profissional qualificado (arquiteto ou engenheiro) ou um projeto.

A escada pode parecer um elemento simples se observado de forma geral, mas se fomos analisar cada elemento que compõe a escada, ela se tornará um elemento supercomplexo ao ponto de lhe proporcionar tanto trabalho quanto planejar e construir uma casa inteira. 

Exagerei um pouco, eu sei, mas construir uma escada sem um projeto ou auxílio de um profissional o resultado final será horrendo, sem sombra de dúvida. Falo isso porque já vi muitos projetos feitos sem um projeto ou auxílio de um profissional e o dono da casa me disse sinceramente que tinha se arrependido.

Escolher uma escada não basta olhar um modelo qualquer e dizer quero ela assim. Há várias diretrizes que devem ser observadas e analisadas e a partir delas você poderá escolher a melhor escada que possa atender tanto as suas necessidades como seus gostos. 

Para que você tenha uma escolha com poucos erros será necessário você saber, por exemplo, os tipos e os formatos de escada existentes, os tipos de materiais tanto para a escada quanto para o guarda-corpo que poderá ser utilizado, como calcular as dimensões da escada escolhida entre outras informações.

Todas essas informações, além de muitas outras serão mostradas aqui no Arquiteto Versátil, logo mais. Claro que levarei um tempo para expor todas elas aqui, mas ao final você terá um conhecimento abrangente sobre o tema e isso lhe proporcionará maiores chances de acerto ao escolher uma determinada escada para ser aplicada ao seu projeto.

Lembrando que este conhecimento não será exposto de forma restrita. Quero que todos sem distinção possuam tal conhecimento. O conhecimento irá te ajudar tanto na escolha ou na produção de um projeto como na escolha de um profissional que atenda suas reais necessidades.

Posso não ter dado uma resposta neste momento, mas introduzi a discussão sobre o tema que pretendo nos próximos artigos buscar expor aos poucos a resposta que você busca. Então continue acompanhando o Arquiteto Versátil tanto através do blog como através das redes sociais. Até a próxima.

25 de outubro de 2016

Tipos de Brise e suas Principais Características


O brise foi muito utilizando nos projetos modernistas, tanto como elemento estético como elemento de proteção solar.

No vídeo busco explicar o que seria um brise e quais são os tipos mais comuns utilizados nos projetos, além disso, revelo também suas principais características tanto positivas quanto negativas ao aplicá-lo ao projeto.

Claro que para utilizar um brise não basta somente saber suas características e quais os tipos de brises que podem ser utilizados, tem que saber dimensioná-lo e também saber escolher o melhor brise que irá proteger a fachada do edifício que você está projetando.

Mais à frente farei um vídeo mostrando a carta solar e como utilizá-la para poder determinar qual o melhor brise para seu projeto e como dimensiona-lo.


O que acharam desse vídeo e de seu conteúdo? Gostaram do formato tipo vlog? Se todos os vídeos que eu fizer for tranquilo como este, adotarei como formato principal do canal. Podendo ter vídeo com maior frequência no canal... Até a próxima.

24 de outubro de 2016

Tipos de Lajes: Características, Vantagens e Desvantagens Projetuais


Conhecer os tipos de lajes, suas vantagens e desvantagens, é muito importante, e este conhecimento não deve está restrito somente aos profissionais que estudaram para isso, como engenheiros e arquitetos.

As pessoas comuns também devem ter uma ideia mesmo que básica como funciona as lajes e porque o arquiteto ou engenheiro escolheu um determinado tipo de laje, e quais os efeitos positivas e negativas que essa escolha irá proporcionar ao projeto e ao cliente.

Cada tipo de laje possui características próprias e que as diferencia uma das outras. Estas diferenças proporcionam diferentes efeitos projetuais. Algumas lajes permitiram vão livres, outras serão mais finas, outras mais caras, outras mais leves e assim por diante.

Basicamente existe dois tipos de lajes: as lajes pré-moldadas e as lajes maciças. Conheceremos agora suas características, vantagens e desvantagens. No entanto não mostrarei neste artigo os tipos de lajes que compõe cada uma delas, porque não quero deixar o artigo muito longo e cansativo. Portanto continue lendo e acompanhando os novos artigos e verão os tipos de lajes que você poderá utilizar em seu processo projetual. Boa leitura...

Lajes Pré-moldadas



As lajes pré-moldadas ou pré-fabricadas já chegam ao local que serão utilizadas praticamente prontas. A laje pré-moldada são placas ou painéis de concreto compostas por vários materiais que a torna resistente e possível de ser transportada.

Esse tipo de laje possui diversas vantagens uma delas é seu custo acessível e facilidade para realizar sua montagem. Além disso, dispensa o gasto imenso com madeira que normalmente é realizado nas lajes convencionais. 

A laje pré-moldada há também desvantagens neste caso ela poderá ter problemas com acabamentos e também poderá haver trincas e fissuras. No entanto se bem desenvolvidas poderá não ter trincas e fissuras.

Lajes Maciças



As lajes maciças são moldadas no próprio local. Em sua composição são utilizados diversos materiais como fôrmas de madeira, armaduras metálicas entre outros materiais.

Antes de sair despejando o concreto são criadas as fôrmas de madeira depois são desenvolvidas as armaduras metálicas e só depois que tudo estiver em seu devido lugar é despejado o concreto. Após a secagem do concreto está pronto a laje.

O que chama bastante atenção positivamente para esse tipo de laje é sua menor chance de ter fissuras e trincas e além disso possui uma característica que a diferencia das demais lajes que é vencer grandes vãos sem muito esforço. Outro ponto positivo tem relação com o acabamento, neste caso, a parte inferior da laje fica lisa. 

No entanto há pontos negativos também, neste caso posso citar o uso considerável de madeira, seu peso final normalmente é mais pesado que as lajes pré-moldadas e devido ao seu peso requer um alto custo para sua execução, por necessitar de vários elementos estruturais que a sustente.

Conclusão


Essas foram as características, vantagens e desvantagens existentes nos dois tipos de lajes que são utilizados na construção civil. 

Se você como eu ficou querendo saber mais informações sobre o tema lajes, recomendo que continue acompanha o arquiteto versátil nas redes sociais que logo publicarei um novo artigo continuando a discussão sobre este assunto aqui no blog e através das redes sociais você saberá quando for publicado.

Lembrando que esse assunto me permite mostrar para você como é a sua execução. Portanto fique ligados que aqui você poderá aprender muitas coisas que te ajudará em sua vida profissional e pessoal. Até a próxima.

17 de outubro de 2016

Como Conseguir Atrair o Primeiro Cliente em Tempo de Crise?


A crise econômica e política brasileira está cada dia pior, mas pensando bem podemos sim utilizar esse momento como combustível para desenvolvermos novas ideias empreendedoras e assim conseguir atrair não somente o primeiro cliente como diversos clientes. Você concorda comigo?

Muitas pessoas querem atingir o topo da montanha, mas muitas delas não querem se esforçar para atingir esta meta. Então buscam na internet meios milagrosos para atingir suas metas mais facilmente, mas depois de muita busca percebem que terão que pôr a mão na massa para que sua ideia realmente possa dá certo.

Algumas pessoas ao ver que não será fácil atingir sua meta desistem logo de cara. Já outras persistem mesmo errando diversas vezes. Claro que não é coerente continua errando continuamente, mas se aprender conforme for errando e for corrigindo conforme a caminhada em algum momento atingirá sua meta tão almejada. 

Para lhe ajudar nessa missão quase impossível, selecionei alguns itens essenciais para que você possa atingir essa meta com mais facilidade. Os itens listados neste artigo foram todos postos a prova e definitivamente eles funcionam. Basta ter coragem e foco e muita determinação para poder ver o resultado deles.


Comece Pequeno e Depois Expanda


Esse item é essencial para você que está querendo começar e não sabe por onde.

Começar pequeno irá lhe ajudar a dá o primeiro passo. Se o seu objetivo for muito grande você não conseguirá dá o pontapé inicial. Portanto fragmente seu objetivo em pequenas metas deixando-o mais simples e mais fácil de executá-lo. Além disso, a fragmentação irá lhe ajudar a medir os resultados obtidos a cada meta atingida.

Começar pequeno pode ser aplicado a qualquer etapa que você esteja imerso. Se for desenvolver um site, por exemplo, desenvolva uma estrutura básica (esqueleto) para lhe orientar e nortear todo o processo construtivo, dessa forma ficará mais fácil de implementar cada detalhe que você idealizou para seu site.

Se você está querendo conseguir o primeiro cliente, que tal começar pelos seus vizinhos ou pelas pessoas que moram em sua rua. Eles poderão ser seus primeiros clientes como também poderão lhe indicar para alguém simplesmente por te conhecer.

Depois que conseguir seus primeiros clientes, não pare por aí. Amplie e aprimore tudo que você fez até o momento. Somente assim você poderá atingir cada vez mais metas ainda maiores tornando seu objetivo mais próximo de ser atingido.

Mostre o que Sabe Fazer


Outra maneira para conseguir seu primeiro cliente seria mostrar para as pessoas a sua volta o que você sabe fazer. 

Para isso seria uma ótima ideia, criar um portfólio com seus melhores trabalhos. O portfólio pode ser feito tanto online como físico, mas o portfólio online terá maior visibilidade e será mais acessível aos seus potenciais clientes. Pense nisso.

Crie também um espaço só seu (blog ou site) para divulgar seus trabalhos. Dessa maneira seus potenciais clientes poderão te conhecer melhor e conhecer ainda mais seus trabalhos e seu estilo criativo. Seja criativa e diferente ao apresentar seu espaço para seu público (cliente potencial). Além disso, criar um site ou blog dará as pessoas maior liberdade para ter acesso a seus trabalhos e poder vê-los a qualquer momento que elas quiserem.

Uma ótima forma de potencializar a visualização do que você sabe fazer é mostrando em vídeo. Uma ótima plataforma para que você possa disponibilizar seus vídeos na internet é o Youtube. Além de ser uma plataforma gratuita e fácil de ser utilizada você poderá ganhar dinheiro a partir das views de seus vídeos. Fica a dica.

Utilize a internet para maximizar seu potencial criativo e empreendedor. Há muitas ferramentas na internet para que você possa fazer isso e algumas delas são gratuitas. Mais à frente farei um artigo mostrando quais ferramentais você pode utilizar para maximizar seu potencial.

Use as Redes Sociais


Outra maneira indispensável para que você consiga obter seus primeiros clientes é disponibilizar seus trabalhos nas redes sociais.

A rede social mais famosa e ainda muito utilizada é o Facebook, mas há também o Instagram, Twitter, o próprio Youtube entre outras redes sociais.

Você não precisa estar em todas as redes sociais. Tenha isso em mente ao selecionar as redes sociais para expor seus trabalhos. Você precisa está presente em uma rede social que lhe proporcione uma maior relevância ou que potencialize seu negócio, ajudando-o a atingir suas metas pré-estabelecidas.

O Facebook mesmo com suas limitações cada vez maiores, ela ainda permite potencializar qualquer publicação que você poste em sua página. Claro que para que você possa atingir cada vez mais números ainda mais expressivos na plataforma terá que investir não só seu tempo como seu dinheiro, mas isso será uma conversa para um outro artigo.

O Instagram é uma ferramenta ideal para os profissionais da arquitetura, onde poderá disponibilizar tanto fotos como vídeos de seus projetos para seu público. Mais à frente criarei um artigo mostrando algumas dicas para potencializar seu Instagram.

Utilizar as redes sociais para potencializar a atração de clientes pode ser tanto positivo como negativo. Se você tem um ótimo conteúdo as redes sociais serão uma ótima ferramenta para potencializar os resultados positivos, caso contrário as redes sociais o transformaram em um fantasma, ou melhor, seu conteúdo será visto somente por você ou por uma quantidade finita de pessoas... 

Faça com que seus Amigos ou Conhecidos o Indiquem


Uma ótima maneira para que você possa conseguir seus primeiros clientes seria pedir aos seus amigos ou conhecidos que indique seus serviços para alguém conhecido que esteja precisando deles. 

Ao pedir que seus amigos ou conhecidos indique seus serviços você pode realizar essa ação de forma direta como indireta. 

Para que a ação direta seja realizada você terá que falar com seus amigos ou conhecidos um a um. Essa ação te dará o maior trabalho, mas ao mesmo tempo te dará grandes resultados, principalmente porque você ainda não é muito conhecido pelas pessoas a sua volta. 

Depois de conquistado seus primeiros clientes você poderá utilizar a ação indireta para potencializar seus resultados, mesmo assim continue utilizando a ação direta. Dessa maneira você poderá mostrar as pessoas a sua volta que você continua acessível.

A ação indireta pode ser realizada através das redes sociais, artigos publicados em um blog ou site especializado e até outdoors espalhados em sua cidade. Pesquise e planeje e escolha a melhor ferramenta para atingir suas metas pré-estabelecidas.

Conclusão


Ao longo deste artigo revelei para você alguns itens que você poderá utilizar em seu dia a dia para potencializar a atração de novos clientes. 

Dentre os itens citados no texto temos: comece pequeno e depois expanda, mostre o que sabe fazer, use as redes sociais, faça com que seus amigos ou conhecidos o indiquem.

Espero que o artigo tenha sido útil e que possa lhe trazer ótimos resultados. 

Para concluir, gostaria de saber qual item você achou que faltou neste artigo? E se tiver alguma dúvida, sugestão deixe nos comentários. Até a próxima.

10 de outubro de 2016

Enfim, voltei! Explicações e Novidades


Depois de mais de um mês sem atualizar o blog, enfim voltei.... Já estava com saudade de produzir conteúdo para o Arquiteto Versátil. E vocês sentiram minha falta?

Ao longo deste artigo irei explicar o motivo que me obrigou a ficar mais de um mês longe do blog. Além disso, falarei sobre as novidades que ocorreram enquanto estava off-line e também sobre as novas mudanças que o blog sofrerá.

Continue lendo e confira neste artigo a implementação dos primeiros aprimoramentos pós período de recesso.

Explicações...




Desde o dia 5 de outubro de 2016 estive parcialmente longe do blog. O motivo para isso foi que meu computador veio a ter problemas e eu tive que enviá-lo para o conserto. 

Para minha sorte, durante este período, estive bem assistido. A empresa (Dell) onde comprei meu notebook me proporcionou o máximo de segurança ao longo do processo. 

Como eu ia enviar meu computador para a Dell e meu antigo computador eu me desfiz dele, me vi, naquele momento, sem chão. 

Na hora que entreguei meu computador nos correios pensei: como vou manter as postagens do blog? Mas também pensei: vá e volte em paz. Parecia que estava vendo um ente querido indo embora. 

Quando cheguei em casa. Minha mãe disse: e agora? Vai comprar um novo computador? 

Inicialmente respondi: não. Mas internamente pensei: tenho que ver os preços dos notebooks para ver se vale a pena comprar. 

Sair pela cidade de Arapiraca em uma missão quase que impossível. Encontrei vários notebooks incríveis, mas os preços estavam exorbitantes. Foi sobre essas circunstancias que deixei de lado a ideia de comprar um novo computador, por enquanto... 

Vendo que realmente ficaria sem computador, por um bom tempo, senti a necessidade de explorar o potencial tecnológico do meu smartphone ao máximo. 

Claro que não consegui fazer tudo que eu queria, seja por não saber ou por não poder mesmo, mas pelo menos as redes sociais como: Instagram, Twitter e Facebook pude mantê-las atualizadas. 

Aproveitei esse tempo para rever algumas coisas no Arquiteto Versátil e também aproveitei para estudar um pouco. 

Mesmo sendo um período desconfortável conseguir passar por ele sem muitos transtornos. Graças ao meu smartphone da Samsung


Novidades...



Lembra que falei anteriormente que aproveitei o tempo sem o computador para rever algumas coisas no Arquiteto Versátil e também estudar. As novidades que vou te contar tem relação com isso.

Antes de começar a te contar sobre quais são as novidades, tenho que dizer que nem todos os acontecimentos contrários aos nossos planos são necessariamente ruins. Esse por exemplo foi realmente necessário e eu estava precisando.

Durante este tempo busquei novas formas para me organizar como: planners, controle financeiro, plano de ação entre outros modelos que servem tanto para a organização pessoal como para o Arquiteto Versátil.

Essa busca foi motivada pelo fato de não ter me planejado como deveria. E o resultado disso foi que o blog como o canal ficaram mais de um mês sem atualização.

Além do que andei pesquisando para poder desenvolver um trabalho mais profissional aqui no Arquiteto Versátil. Durante esse tempo conheci novos canais no Youtube, andei lendo alguns livros sobre marketing digital e empreendedorismo e comecei um curso relacionado ao tema empreendedorismo.

Grande parte do que foi visto no blog ou no canal, durante esse tempo, e que encontrei falhas, serão corrigidos e aprimorados. Algumas dessas mudanças já está sendo aplicada a este artigo.

Uma dessas mudanças tem relação a estrutura textual que será vertical e não mais horizontal, como estava sendo feita. Está opção dará mais dinamismo a leitura e o resultado visual é mais agradável ao leitor.

A quantidade de fotografias por artigo voltará ao padrão. No caso 5 fotografias no máximo por artigo. Essa opção permitirá que eu trabalhe com montagem fotográfica, algo que já era feita anteriormente.

Já o formato das fotografias será padronizado. Serão utilizados os formatos retangulares horizontais ou quadrados, como padrão, salvo em alguns casos que realmente precise do formato retangular vertical.

Todos os materiais produzidos para o Arquiteto Versátil passaram por aprimoramentos. Dentre esses aprimoramentos estão a reescrita dos artigos, melhorar dos vídeos, mudança de títulos entre outras mudanças.

As mudanças realizadas me ajudarão a entender o que eu fiz de errado e o que poderei fazer para que o resultado final dos novos artigos e vídeos sejam melhores e que traga melhores resultados para o Arquiteto Versátil.

Só para você entender, todas as mudanças realizadas no blog terão como foco mostrar um conteúdo cada vez melhor e mais próximo do que eu acredito que seja arquitetura. Para isso, a linguagem utilizada nos textos e nos vídeos terá caráter pessoal, mas informativo. Como uma crônica publicada em um jornal ou blog.

Vocês estão lembrados que no primeiro artigo do blog e também no primeiro vídeo do canal, mostrei para vocês o que seria o blog? Para quem não está lembrado recomendo que veja o artigo ou vídeo, antes de continuar a leitura.

Basicamente a ideia era tratar aqui no Arquiteto Versátil sobre os temas: Projetos, Negócios e Narrativas. Haverá a continuação, mas mais uma vez com novas mudanças.

No lugar de tratar sobre três assuntos tratarei sobre dois ou até um, somente. O foco definitivamente é a arquitetura. Portanto, não importa se é sobre projeto, produtos ou sobre estratégias para aumentar o fluxo de vendas de um arquiteto. O que importa é falar sobre a arquitetura.

Para falar sobre arquitetura no Arquiteto Versátil a dividi em dois momentos: teoria e prática. Dessa maneira poderei tratar sobre o tema tanto em vídeos como em artigos. Um ajudando o outro como complementares. Cada artigo ou vídeo produzido para o Arquiteto Versátil de agora por diante terá esse foco.

Os artigos e vídeos criados anteriormente que não possuem esse foco, serão mantidos. Eles serviram como um parâmetro de amadurecimento do Arquiteto Versátil, mas como já foi dito poderão passar por aprimoramentos.

Todas as mudanças mostradas acima terão implicações nos vídeos, também, mas essas mudanças serão vistas ao longo do processo, porque depende de algumas condições que estou ainda pondo em teste, mas os formatos anteriores que já funcionam iram continuar.

Curso Juventude Empreendedora



No mesmo dia em que meu computador veio a ter problemas, o Curso Juventude Empreendedora teve início. Vocês estão lembrados dele? Falei dele aqui no blog. Para rever basta clicar aqui e conferir o artigo.

Devido ao ocorrido achei que não teria cabeça para ir para a aula, mas acabei indo, mesmo assim.

Ao chegar encontrei a sala bastante vazia, para a importância do curso de empreendedorismo para os jovens de Arapiraca e região, mas isso mudou conforme foi passando o tempo.

Essa falta de aluno em um curso como este é bastante claro. Muitos jovens não conhecem a importância do empreendedorismo para suas vidas, mesmo usufruindo de diversos serviços e produtos criados a partir de ações empreendedoras. Muitas delas provenientes de jovens empreendedores que tiveram foco e determinação para pôr suas ideias em prática.

No primeiro dia não houve nenhum tipo de ação diferenciada com relação a outros cursos que já fiz. Basicamente realizamos um cadastro online em um site chamado Wiquadro e depois fomos embora. Somente a partir do segundo dia o curso tomou um rumo precioso.

Inicialmente as pessoas envolvidas estavam muito caladas e isso me incomodou. 

Como é um curso sobre empreendedorismo devemos utilizar o espaço para compartilhar experiências e assim crescer pessoalmente e profissionalmente. 

Possivelmente os motivos para o silêncio estava relacionada ou a timidez ou ao formato do curso, que neste caso, o curso iria funcionar totalmente online. Tornando os vínculos humanos quase que inexistentes.

Percebendo esta situação resolvi criar um ponto em comum que fizesse todos participarem. Para isso, utilizei o WhatsApp criado pela professora como uma ferramenta de interação humana ou ponto de partida. 

A ação realizada foi supersimples. Eu perguntei no grupo se alguém tinha algum negócio próprio ou se já tentaram criar algum negócio. 

Depois dessa simples ação, a sala adquiriu um maior envolvimento e através disso conheci várias pessoas. Dá para acreditar que uma delas é de São Paulo e recentemente mudou-se para Arapiraca. Já outra é filha de uma professora do curso de Arquitetura e Urbanismo e eu não a sabia. Uma mais incrível que a outra.

Conforme o tempo for passando mostrarei para vocês aqui no Arquiteto Versátil o que aprendi durante o curso e que poderá ser aplicado a vida de um arquiteto tanto pessoal como profissional. Teoria e prática estão lembrados?

O artigo ficou longo, mas é devido as novas mudanças no Arquiteto Versátil. Espero que tenha gostado do artigo. 

Qualquer dúvida que tiver relacionada a arquitetura deixe nos comentários. Buscarei respondê-lo o mais breve possível.

Não deixe de curtir, comentar e compartilhar o artigo ou vídeo com seus amigos em suas redes sociais. Até a próxima.