Arquiteto Versátil: Tipos de Lajes: Características, Vantagens e Desvantagens Projetuais

24 de outubro de 2016

Tipos de Lajes: Características, Vantagens e Desvantagens Projetuais


Conhecer os tipos de lajes, suas vantagens e desvantagens, é muito importante, e este conhecimento não deve está restrito somente aos profissionais que estudaram para isso, como engenheiros e arquitetos.

As pessoas comuns também devem ter uma ideia mesmo que básica como funciona as lajes e porque o arquiteto ou engenheiro escolheu um determinado tipo de laje, e quais os efeitos positivas e negativas que essa escolha irá proporcionar ao projeto e ao cliente.

Cada tipo de laje possui características próprias e que as diferencia uma das outras. Estas diferenças proporcionam diferentes efeitos projetuais. Algumas lajes permitiram vão livres, outras serão mais finas, outras mais caras, outras mais leves e assim por diante.

Basicamente existe dois tipos de lajes: as lajes pré-moldadas e as lajes maciças. Conheceremos agora suas características, vantagens e desvantagens. No entanto não mostrarei neste artigo os tipos de lajes que compõe cada uma delas, porque não quero deixar o artigo muito longo e cansativo. Portanto continue lendo e acompanhando os novos artigos e verão os tipos de lajes que você poderá utilizar em seu processo projetual. Boa leitura...

Lajes Pré-moldadas



As lajes pré-moldadas ou pré-fabricadas já chegam ao local que serão utilizadas praticamente prontas. A laje pré-moldada são placas ou painéis de concreto compostas por vários materiais que a torna resistente e possível de ser transportada.

Esse tipo de laje possui diversas vantagens uma delas é seu custo acessível e facilidade para realizar sua montagem. Além disso, dispensa o gasto imenso com madeira que normalmente é realizado nas lajes convencionais. 

A laje pré-moldada há também desvantagens neste caso ela poderá ter problemas com acabamentos e também poderá haver trincas e fissuras. No entanto se bem desenvolvidas poderá não ter trincas e fissuras.

Lajes Maciças



As lajes maciças são moldadas no próprio local. Em sua composição são utilizados diversos materiais como fôrmas de madeira, armaduras metálicas entre outros materiais.

Antes de sair despejando o concreto são criadas as fôrmas de madeira depois são desenvolvidas as armaduras metálicas e só depois que tudo estiver em seu devido lugar é despejado o concreto. Após a secagem do concreto está pronto a laje.

O que chama bastante atenção positivamente para esse tipo de laje é sua menor chance de ter fissuras e trincas e além disso possui uma característica que a diferencia das demais lajes que é vencer grandes vãos sem muito esforço. Outro ponto positivo tem relação com o acabamento, neste caso, a parte inferior da laje fica lisa. 

No entanto há pontos negativos também, neste caso posso citar o uso considerável de madeira, seu peso final normalmente é mais pesado que as lajes pré-moldadas e devido ao seu peso requer um alto custo para sua execução, por necessitar de vários elementos estruturais que a sustente.

Conclusão


Essas foram as características, vantagens e desvantagens existentes nos dois tipos de lajes que são utilizados na construção civil. 

Se você como eu ficou querendo saber mais informações sobre o tema lajes, recomendo que continue acompanha o arquiteto versátil nas redes sociais que logo publicarei um novo artigo continuando a discussão sobre este assunto aqui no blog e através das redes sociais você saberá quando for publicado.

Lembrando que esse assunto me permite mostrar para você como é a sua execução. Portanto fique ligados que aqui você poderá aprender muitas coisas que te ajudará em sua vida profissional e pessoal. Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário