Arquiteto Versátil: Complexo Imam Reza criado por Kalout Architect Studio

15 de novembro de 2016

Complexo Imam Reza criado por Kalout Architect Studio


Depois que fiquei mais de um mês sem publicar um só artigo ou vídeo aqui no arquiteto versátil eu decidir não publicar mais artigo sobre projeto que não estivesse relacionado ao tema casa, mas não tem jeito vi este projeto na internet e fiquei impaciente para compartilhar com você minha impressão sobre ele.

Só para que você possa ter uma percepção informativa sobre o projeto antes mostrarei os dados técnicos dele... O projeto foi criado pelo escritório Kalout Architect Studio em 2012 e está localizado no Teerã e ocupa uma área de 6.500 m². Se você quer saber mais informações sobre este projeto basta clicar aqui.

Este projeto me chamou muito atenção desde o momento que me deparei com ele. O que mais me chamou atenção foi sua forma inusitada que mais parece um monte de porcas rosqueada de forma aleatória em um imenso parafuso. Claro que essa percepção mudou depois que passei a olhar de forma mais detalhada o projeto e li sobre ele é claro.


O projeto está localizado próximo a um complexo religioso e cultura por isso sua finalidade construtiva seria criar uma interação social entre diferentes gerações e grupos sociais na Capital do Irã. E essa intenção acredito que irá se concretizar porque o edifício definitivamente não parece ser um espaço religioso.

A construção deste edifício se utilizou de diversos elementos que podem ser utilizados aqui no Brasil, como a utilização do tijolinho distribuído de forma aparentemente aleatória para compor um aspecto visual diferenciado sobre a superfície das paredes do edifício tanto internas como externas. 

Essa distribuição aleatória criou espaços vazios como um cobogó permitindo a entrada de vento e luz sobre o ambiente interno do edifício. Mas pelo que li esses espaços vazios que falei existir foram fechados com vidro. Que pena que isso ocorreu, mas acredito que seja por causa do vento quente e a poeira que possivelmente entra no edifício durante o dia.


O que inicialmente parecia-me porcas rosqueadas aleatoriamente seria uma cúpula construída a partir da simbologia existente na estátua de credo existente na cultura persa e que representa a constância, a vida e a liberdade. Esse símbolo foi o estopim para a criação conceitual deste edifício. No entanto não há somente esta simbologia utilizada neste edifício, há diversas outras, referente a cultura islâmica e persa.

Eu tenho a impresso que não há um projeto sequer que seja forjado conceitualmente que não resulte em um projeto surpreendente. Eu não gosto muito dos aspectos construtivos dos espaços religiosos, claro que há suas exceções, mas esse realmente me surpreendeu. 

Como o projeto foi desenvolvido para criar um elo entre diferentes gerações e grupos sociais há no edifício diversas funções dentre elas: mesquita, galeria de arte, café-livraria, anfiteatro, e centro de TI. Todos os ambientes do edifício foram criados de forma unificada. No entanto fiquei curioso para saber como se dará realmente seu funcionamento...


Outro aspecto bastante curioso com relação a este projeto é que as pessoas da cidade têm acesso livre podendo entrar, sair ou permanecer no espaço o tempo que “desejar”. 

O projeto possui um pátio escavado típico das construções persas e este aspecto proporciona uma maior tranquilidade ao lugar, além disso no pátio há um grande espelho d’água que ao refletir a luz do sol ilumina e cria um aspecto visual diferenciado na parte interna do edifício.

Gostou do projeto? O que mais chamou sua atenção. Deixe nos comentários sua opinião é muito importante. Não deixe de conferir as outras fotos referentes a este projeto basta clicar aqui. Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário