Arquiteto Versátil: Etapas Utilizadas por um Arquiteto para a Realização de um Projeto

30 de novembro de 2015

Etapas Utilizadas por um Arquiteto para a Realização de um Projeto


Em nosso dia a dia encontramos diversas revistas, sites, blogs entre outros meios de comunicação que nos mostram diversos projetos, seja ele, arquitetônico, paisagístico, decorativo, entre outros, mas nenhum deles mostra as etapas que foram realizadas para sua concepção.

Identificada esta falta de informação decidimos realizar este artigo, onde falaremos um pouco sobre o assunto. Além disso, as etapas aqui expostas serão de grande importância para a compreensão dos próximos artigos aqui tratados no Blog Arquiteto Versátil.

Levantamento de Dados

Inicialmente o arquiteto registará diversas informações que servirão para auxiliá-lo em seu processo conceptivo do projeto desejado pelo cliente. Dentre as diversas informações que serão levantadas, pelo arquiteto, terá que haver informações sobre o cliente e também sobre o terreno.

Quanto ao cliente, o arquiteto terá que saber que tipo de espaço será projetado, quantas pessoas iram usufruir do espaço, quanto será gasto no projeto a ser construído, entre outras informações.

Já com relação ao terreno, o arquiteto terá que saber sobre a topografia do terreno, sua localização, sua orientação, sua relação com o entorno, a infraestrutura que o terreno terá, quais são os recuos determinados pelo código de obra da cidade, entre outras informações que poderá delimitar e nortear o processo conceptivo do projetista.

Em alguns casos, o levantamento de dados será realizado no local, onde será construído o projeto. Desta forma, o arquiteto poderá conferir as condições do terreno suas dimensões entre outras informações para fim de análise.

Programa de Necessidades

Também conhecido como Programa Arquitetônico corresponde ao levantamento das exigências, necessidades e expectativas que o cliente e usuários tem com relação ao projeto.

Para realizar o programa de necessidade, o arquiteto terá que levantar as informações quanto aos espaços (funções) que deverão conter no projeto, sua área mínima e máxima entre outras informações se assim achar necessária.

No caso de um projeto de uma casa, o arquiteto terá que levantar quantos quartos o cliente deseja, quantas vagas de carro haverá na garagem e assim por diante. Assim o projetista criará o programa que o auxiliará na concepção do projeto.

Estudo de Viabilidade

O arquiteto realizará um estudo para verificar a viabilidade quanto ao projeto idealizado. Para isso, o arquiteto buscará avaliar diversas informações dentre elas: a área do terreno, sua localização dentro do zoneamento da cidade, os parâmetros urbanísticos (coeficiente de aproveitamento, potencial construtivo, área permeável, afastamentos, limitações de gabarito, etc.).

O resultado do estudo de viabilidade irá gera um relatório informando se há ou não possibilidade para que o projeto venha a ser construído naquele lugar.

Estudo preliminar

Seria a representação simplificada das ideias tidas pelo arquiteto em forma de esboço (croqui) relacionado ao projeto idealizado. É um recurso bastante utilizado pelos arquitetos, no entanto, só serve para que o arquiteto registre suas ideias conforme for desenvolvendo seu trabalho.

Anteprojeto

Corresponde a representação da ideia concebida pelo arquiteto. Nesta fase o cliente irá participar ativamente, decidindo o que irá permanecer ou não no projeto. Nesta etapa, será mostrado ao cliente diversas representações do projeto como: planta baixa, cortes, layout, fachadas, implantação, volumetria, etc.

É de extrema importância que o cliente tenha claramente em sua mente como quer o projeto, para que depois da aprovação do anteprojeto, não haja a necessidade de modificação, porque poderá acarretar em mais gastos, algo que normalmente o cliente não desejará.

Projeto Básico

É uma etapa a frente do anteprojeto, onde ele servirá para a realização dos projetos complementares, que normalmente são realizados por terceiros, mas que o próprio arquiteto também poderá realizar. Dentre os diversos projetos complementares temos: projetos de cálculo estrutural, projeto elétrico e de dados, projeto hidro sanitário. Poderá haver também a produção de diversos outros projetos como: prevenção e combate a incêndios, fundações especiais, acústica, elevadores, estudo de impacto ambiental entre outros.

Projeto Legal

Seria a representação do projeto conforme as normas estabelecidas pelo código de obra da cidade, onde será construído o projeto idealizado pelo arquiteto. Dessa forma, para que haja a liberação para a construção do projeto idealizado ele terá que esta em conformidade com o que esta estabelecido no código de obra.

Projeto executivo

Corresponde a última etapa do processo conceptivo, onde o arquiteto refinará o que foi realizado nas etapas anteriores. Nesta etapa será realizado a compatibilização dos diversos projetos, seja eles, arquitetônico, paisagístico, estrutural, elétrico, hidro sanitário, entre outros. Além disso, haverá somente no projeto executivo informações pertinentes que auxiliará na execução do projeto, como por exemplo: medidas relacionadas a cada cômodo do edifício, cotas de nível, medidas do pé direito, quantidade de esquadrias, tipo revestimento e assim por diante.

Portanto, agora você sabe quais as etapas que um arquiteto realizará para conceber um projeto para você. Lembrando cada arquiteto seguirá estas etapas da forma que for necessária em seu processo conceptivo. Alguns poderão acrescentar etapas, outros até irão subtrair, mas o importante é que o processo projetual terá que ao fim lhe entregar um projeto que atenda não somente suas exigências e necessidades, como também as normas técnicas já estabelecidas para que o projeto possa ser construído de forma segura e dentro da lei.

Gostou deste artigo, não deixe de compartilhar com os amigos, familiares, colegas do trabalho. Poderá ele também não saber quais as etapas que um arquiteto realiza para conceber um projeto.

Compartilhando este artigo, você ajudará o Arquiteto Versátil em sua caminhada para a disseminação das informações com relação ao Universo dos Arquitetos que poucas pessoas sabem.

Dúvidas, sugestões, comentários, deixe abaixo.

Siga-nos no Instagram, Twitter, +Google, Facebook e também não deixe de se inscrever no nosso Canal do Youtube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário