Tipos de Fundação Utilizados em Diferentes Tipos de Projetos

Tipos de Fundação Utilizados em Diferentes Tipos de Projetos

Quando nos referirmos a elementos estruturais pensamos imediatamente em diversos tipos como: laje, pilares e fundações. No entanto, a fundação mesmo sendo o primeiro elemento estrutural a ser executado na obra, ele é o último a ser criado ou idealizado no processo projetual. Mas tenho que deixar claro que isso não ocorre em todos os projetos.

Claro que o arquiteto pode decidir qual o tipo de fundação que será utilizada antes do processo projetual, através da análise do solo, o tipo da construção entre outras informações. No entanto, o arquiteto somente decidir o tipo de fundação que será utilizada no projeto, quando todo o projeto foi idealizado. Dessa forma, ele terá maior precisão sobre as informações estruturais para decidir o tipo de fundação adequada para o projeto. Esta escolha deve ser decidida em conjunto com o engenheiro, se o projeto for de grande porte, devido ao fato que necessitará de cálculos minuciosos relacionada a estrutura que sustentará o projeto. No entanto se o projeto for de pequeno porte e o arquiteto tiver domínio físico-matemático ele poderá decidir através do cálculo de pré-dimensionamento, não somente o tipo de fundação como toda a estrutura do edifício a ser construído.


A tabela acima foi encontrada no site da Ebanataw e ela mostra alguns tipos de fundações, o tipo da carga e a resistência ou tipo de solo de forma simples para que você possa entender suas relações. Mas se você gosta e quer saber mais sobre cada uma delas além de muitas outras fundações e informações relacionadas, recomendo que vejam o artigo produzido pela Revista Pensar Engenharia e o artigo produzido pela UNAMA. Nesses materiais você verá mais informações sobre cada tipo de fundação, sua execução e muito mais. Até a próxima.

Comentários