Arquiteto Versátil: Artistas de Rua: Banksy vs Mr. Brainwash – Ilusões do Mundo Contemporâneo

1 de abril de 2016

Artistas de Rua: Banksy vs Mr. Brainwash – Ilusões do Mundo Contemporâneo


Durante as três semanas que fiquei em Recife pude presenciar que em todos os lugares que passei havia a presença de diversos exemplos de arte de rua. Para algumas pessoas este tipo de arte ou expressão artística não é vista com bons olhos. Às vezes até concordo com essa visão, no entanto, imerso a todo este caos urbano, seja artístico ou não, é possível encontrar diversas perolas artísticas que dificilmente acharia em outro lugar.

Não foi a primeira vez que tive contato com este tipo de arte. A primeira vez foi durante o curso de fotografia ocorrido enquanto eu estava cursando arquitetura. Inicialmente achei que iria somente aprender sobre fotografia, mas minha visão foi destruída, reconstruída, retorcida e desconstruída durante todo o processo de aprendizado. Claro que todo esse processo tornou minha visão mais precisa e clara sobre a fotografia e tudo que há relacionada à arte de registrar o momento.



Dentre os vários momentos que tive durante todo o curso de fotografia, um dos momentos que ficou marcado em minha mente e que busquei relembrar hoje está relacionado ao tema arte de rua. A professora de fotografia nos apresentou o artista de rua chamado Banksy através de um filme chamado “A Banksy Film” feito a partir do olhar de Thierry Guetta um “visionário” dos anos 80. O filme não trata somente de Banksy, mas busca tratar sobre vários artistas de rua como Shepard Fairey, Swoon, Seizer, Neckface, sweet tooth & cyclops, Ron English, Dotmasters, entre outros artistas que foram fundamentais para fomentação desta arte. A produção buscou mostrar as várias formas que a arte de rua (street art) se manifestou. Foi a partir de um vídeo registrado por Banksy onde ele próprio fixava alguns de seus quadros em um museu que Thierry Guetta ficou instigado a saber mais sobre Banksy. Então foi dado início a corrida em busca de Banksy...


Thierry Guetta através de sua obsessão em registrar todos os momentos que compõe sua vida diária, conseguiu registrar um marco histórico relacionado à arte de rua. No entanto, a forma final resultante deste registro chamado Life Remote Control não foi bem recebida por aqueles que fizeram parte do filme. Foi a partir dessa negativa que Thierry Guetta foi instigado a investir em sua carreira de artista de rua passando a ser conhecido como Mr. Brainwash. Sua produção artística foi reconhecida por uma multidão. No entanto sua visão e percepção artística, além de seu tempo, revela e propõe um questionamento sobre a veracidade da produção artística. Será Mr. Brainwash um verdadeiro artista ou não? E quanto à produção artísticas ou a arte ela é uma mera ilusão? Conte-nos. Até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário