Arquiteto Versátil: Casa das Canoas ou de Oscar Niemeyer

2 de janeiro de 2017

Casa das Canoas ou de Oscar Niemeyer


Você já ouviu falar na Casa das Canoas? Ela foi projetada por Oscar Niemeyer entre 1952 e 1954 com a finalidade de ser sua própria casa. Este projeto é considerado como uma das obras primas da arquitetura residencial modernista. Não poderia ser diferente.



O processo conceptivo deste projeto está muito à frente de seu tempo. Verá porque mais à frente. Além disso esse projeto está lado a lado com as obras de Le Corbusier – Ville Savoye (1929), Frank Lloyd Wright – Falling Water House (1935-37) entre outras obras que marcaram a arquitetura modernista. 


A coberta existente neste projeto chama bastante atenção por ser composta por uma laje plana desenvolvida a partir de várias linhas sinuosas, no entanto não é a única coisa que atrai o olhar do observador. 


A casa está inserida em uma paisagem natural criando assim um contraste, mas o espaço construído é complementar e se torna harmonioso com o espaço natural. No entanto o fator natureza presente neste projeto não foi adotado pelo arquiteto como um elemento paisagístico, para emoldurar e enfatizar o espaço arquitetônico, mas foi adotado como norteador do processo conceptivo do projeto. 


A Casa das Canoas literalmente emerge da pedra existente no terreno. Ela não está somente na parte externa da casa, mas também na parte interna. Ela é tão importante quanto os outros elementos que compõe o projeto (laje, pilares tubulares, esquadrias transparentes com caixilhos negros etc.). Não posso deixar de enfatizar que a pedra também se encontra abraçada pela piscina. 


As estratégias projetuais escolhidas por Oscar Niemeyer teve relação direta com o tipo de terreno, sendo este, composto por uma topografia descendente. Uma das estratégias presentes neste projeto está representada pelo uso de espaços enterrados, neste caso o espaço principal da casa formado por sala de estar e jantar, cozinha e lavabo (setor social) se encontra em um espaço aberto, sombreado e transparente, já setor íntimo se encontra no nível inferior, acessado por uma escada que surge lateralmente a enorme pedra. No entanto para facilitar suas decisões projetuais o arquiteto decidiu construir um grande plano ortogonal que servisse tanto como piso do setor social como teto do setor íntimo, além disso esse mesmo plano cria um grande pátio na área externa da casa. Essa mesma estratégia projetual foi utilizada anos depois no projeto do Congresso Nacional em Brasília.


Ficha Técnica:

Projeto: Oscar Niemeyer 
Ano do Projeto: 1952 
Período da Construção: 1953-1954 
Projetos Complementares: Joaquim Cardozo – Engenharia Estrutural 
Projeto Paisagístico: Roberto Burle Marx 
Executores: Construtora Guanabara – Construção 
Endereço: Estrada das Canoas, 2310 – São Conrado – Rio de Janeiro 
Áreas: Pavimento Inferior: 95,8 m², Pavimento superior: 112,5 m² 


Você já conhecia a Casa das Canoas projetado por Oscar Niemeyer? O que mais chamou sua atenção neste projeto? Deixe nos comentaria sua opinião, sua participação é muito importante. Até a próxima. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário