Estudo da Forma: Árvore de Natal


Anteriormente falei aqui no blog sobre cartões de natal criados por arquitetos para arquitetos. Desta vez, decidir te mostrar o processo criativo de uma árvore de natal. Esse artigo é semelhante ao artigo onde mostro o processo criativo de uma poltrona quadrada. Recomendo que veja esse artigo também. 


Se você quiser usar a árvore de natal criada por mim em seus projetos, agora, você pode baixar basta acessar o site da 3D Warehouse

O processo criativo desta árvore de natal também foi simples. 

Para começar, decidir determinar o raio que a árvore poderia ter. Com isso pude também determinar a circunferência, neste caso seria o espaço máximo que a árvore poderia ocupar. 

Leia Também: O que é Carta Solar? 

Depois determinei a altura máxima que a árvore poderia ter. A partir daí criei uma forma retangular que iria nortear as próximas etapas do processo criativo da árvore de natal.


Sobre o plano retangular vertical, criei uma singela representação de uma fração do que poderia vir a ser a árvore de natal. 

A partir desta representação singela apliquei sobre ela a ferramenta chamada siga-me, mas não em todo o desenho. Com essa ação pude determinar a volumetria da árvore de natal. 

Depois com a ferramenta chamada rotar girei o restante do desenho para gerar a estrela. Em seguida para finalizar apliquei a ferramenta empurrar/puxar para gerar a volumetria da estrela. 

Você acha que parou por ai? Claro que não. Faltava as bolinhas de natal. Foi isso que fiz. 


Leia Também: Pantone elege Cor Living Coral para 2019 

Seguindo o mesmo procedimento anterior, determinei o raio e a circunferência a partir dela. 

A seguir com o rotar girei em um dos eixos a forma circular. Sobre a forma gerada criei uma linha vertical e na ponta dela criei um pequeno circulo. Após criei uma nova linha saindo de seu centro. 

Mas antes de gerar a volumetria final resolvi diminuir a largura de um dos círculos criado anteriormente. 

Para gerar a forma da bolinha de natal utilizei primeiro o siga-me e depois o empurrar/puxar. Muito simples. Concorda? 

Em seguida distribuir harmonicamente cada bolinha sobre a árvore de natal. 

Para finalizar o processo criativo selecionei e apliquei os materiais necessários para compor a árvore de natal. 


Ficou curioso para ver na prática como foi o processo criativo, então confira, agora, o vídeo abaixo:


Caso tenha gostado do conteúdo, curta, compartilhe e inscreva-se no canal

Para finalizar gostaria de saber: 

Se você gostou da árvore de natal que foi criada?

Até a próxima.


Comentários