2 de dezembro de 2016

Visitas a Campo Realizadas Durante o Curso de Arquitetura


Muitos alunos de arquitetura passam pelo curso e muitos deles não adquirem uma experiência relativamente boa para saber como atuar ou como atua um arquiteto na construção de um determinado projeto. Essa falta de experiência dificulta as tomadas de decisões feitas pelo arquiteto na hora de projetar como também distância o profissional da própria construção. Deixando os engenheiros fazer o que acham “melhor” em seus projetos...

Ao longo do curso de arquitetura, tive a oportunidade de fazer algumas visitas a campo junto com a turma de arquitetura e os professores. No entanto, nem todas as visitas foram realmente instigantes e valiosas, mas forneceram uma ideia mesmo que superficial do que eu poderia encontrar no dia a dia como um arquiteto.

Dentre as diversas visitas feitas enquanto estávamos no curso posso citar as visitas ao: shopping de Arapiraca, a um edifício misto em Maceió e a um conjunto de casas construído em Palmeira dos Índios. Fizemos outras visitas a campo durante o curso, no entanto essas visitas a campo, ao meu ver, foram as mais relevantes...

A visita ao shopping foi realizada quando estávamos estudando sistema estrutural e planejamento de obra. A visita ajudou a ver na prática como todos aqueles cálculos e teorias poderiam ser aplicados no dia a dia, além disso, pudemos ver como ficaria o shopping quando concluir sua construção. O que mais chamou minha atenção nesta visita foi a distribuição setorial de cada função no local facilitando o trabalho e a construção do edifício.

Já na visita do edifício misto localizado próximo a orla em Maceió, pudemos ver a construção de um estacionamento abaixo do nível do mar e o maquinário utilizado para expulsar a água para longe. Nesta obra a distribuição setorial de cada função era meio caótica se comparada com a construção do shopping, mas de alguma maneira funcionava. Duas coisas que chamaram bastante atenção foi: o pé direito (2,60) e a distribuição elétrica e hidráulica, que estavam todas expostas...

Quanto a visita as casas construídas em Palmeira dos Índios, pudemos ver como cada casa estava sendo construída e como ficaria o projeto urbanístico onde estava sendo implementada as casas. Nesta visita tivemos a oportunidade de ver cada etapa construtiva desde a criação da base da casa até o desenvolvimento e aplicação dos demais componentes da casa... Um diferencial existente neste projeto seria o projeto urbanístico onde pudemos ver parte do saneamento básico do lugar além de outras instalações urbanas já implementadas no lugar...

As visitas a campo feitas durante o curso de arquitetura foram bem rápidas, mas muito informativas. No entanto tenho que ressaltar que poderia ter sido melhor. 

Uma coisa que chamou mais atenção que tudo que vi ao longo da visita foi a falta de um arquiteto em cada obra, para nos fornece informações sobre o projeto e os métodos construtivos aplicado a obra. Se havia algum arquiteto na obra, possivelmente estava escondido... 

Na visita ao edifício misto localizado em Maceió o próprio engenheiro relatou que precisaram entrar em contato com o escritório de arquitetura responsável pela idealização do projeto para chegar a uma solução projetual para as instalações elétricas e hidráulica, onde encontraram algumas falhas existentes na construção que poderiam ter sido melhor solucionado no projeto. O ponto positivo é que entraram em contato com os responsáveis pelo projeto, mas no dia a dia isso raramente ocorre. Tenha isso em mente.

Você já visitou alguma obra em construção? A visita a campo te ajudou a entender melhor sobre as matérias estudadas em seu curso e sua aplicação? Deixe nos comentários como foi sua experiência. Até a próxima.

1 de dezembro de 2016

Como Construir uma Escada de Madeira?

Como Construir uma Escada de Madeira

Você sabia que um arquiteto também constrói? Não sabia! Não é de se espantar. Poucas pessoas realmente sabem o que um arquiteto faz... Confira através deste artigo algumas das possíveis atividades que um arquiteto pode realizar.... Você, com certeza, irá se surpreender...

Ter conhecimento prático é muito importante para que um arquiteto possa atuar da melhor forma possível em seu dia a dia. A prática construtiva poderá lhe auxiliar nas decisões projetuais fundamentando e facilitando as escolhas desde o material que será aplicado no revestimento a escolha da melhor técnica construtiva para a construção de uma residência, por exemplo.

Haverá no seu dia a dia, possivelmente, grandes desafios que será necessário ter um bom conhecimento prático armazenado para poder tomar as decisões rapidamente e de forma assertiva, se não tiver um conhecimento prévio poderá entrar em maus lençóis... 

Para que você tenha um conhecimento prático relacionado ao tema escada resolvi começar pela construção de uma escada de madeira.

Resolvi começar por este tipo de escada porque seu processo construtivo é mais simples e muito fácil de pôr em prática. Além disso, este tipo de escada pode ser construída definitivamente em uma residência como também pode ser construída em um edifício como uma escada provisória para ajudar na construção do edifício.

O vídeo originalmente está em inglês, mas está legendado, por isso não terão problema algum para entender cada detalhe que compõe o vídeo.

No vídeo você encontrará de forma detalhada desde o cálculo para determinar as dimensões dos degraus da escada, como verá o processo de marcação das linhas mestras para que possa servi como linha guia para que a madeira seja cortada, além disso, verá como é feito a montagem da escada no local...

Eu gostaria de ter diversos vídeos no canal do Arquiteto Versátil mostrando todos os possíveis processos construtivos mais utilizados no dia a dia por um arquiteto ou por um engenheiro, mas enquanto não há estes vídeos no canal, confira os vídeos de outros Youtubers... Espero que goste...



O que você achou do processo construtivo de uma escada de madeira? Fácil ou difícil? Deixe sua opinião nos comentários ela é muito importante. Até a próxima.

25 de novembro de 2016

Calvin Seibert e seus Surpreendentes Castelos de Areia


Toda criança, sem exceção, imagino, já fez ou fará em algum momento de sua vida um castelo de areia.

Eu já tentei várias fazer um castelo de areia e nas poucas vezes que fui a praia, sem sombra de dúvida nenhum dos meus castelos de areia ficaram tão incríveis como estes que estão neste artigo. Claro que com essas novas ideias aqui expostas, poderei fazer algo diferente da próxima vez que for a praia...



Essas obras de arte efêmeras foram realizadas por Calvin Seibert um artista americano que gosta de passar seus verões criando diversos castelos de areia na praia. Essa atividade para muitas pessoas seria considerada como uma grande diversão, mas para o artista é mais que um hobby.

Para construir seus castelos Calvin Seibert utiliza as mesmas ferramentas que uma criança usaria.... Um balde, uma pá (espátula) e água, nada mais que isso. Dá para acreditar?!

Imagino que esteja se perguntando: o que faz uma pessoa ser criativa e inventiva? Não é verdade?


A resposta é simples: não são as ferramentas utilizadas por ela que a fazem criativa e inventiva e sim o que ela realmente faz com suas ferramentas e os materiais disponíveis a sua volta. Lembre-se disso quando for realizar seu próximo projeto.


O artigo de hoje foi supersimples, mas a arquitetura é isso. Ela nos surpreende e nos encanta com sua simplicidade. Essa simplicidade é moldada para atingir os resultados plásticos mais inesperados...


Quem imaginaria que uma simples ação de uma criança na praia poderia inspirar e resulta em espetaculares obras de arte arquitetônica em areia?

O que achou do novo artigo? Deixe nos comentários sua experiência ao construir seus castelos de areia.... Compartilhe com seus amigos para inspirar mais pessoas a criar seus próprios castelos de areia e.... Até a próxima.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...